Atividades Educativas, Datas Comemorativas

Atividades Folclore


Dia do Folclore é celebrado anualmente no dia 22 de agosto no Brasil, essa data é trabalhada em escolas de todo o pais e pensando nisso e em maneiras de facilitar para todos os professores, selecionamos nesta postagem algumas sugestões de Atividades Folclore para educação infantil e ensino fundamental.

São excelentes sugestões para trabalhar dentro e fora da escola (tarefa para casa).

Atividades Folclore

Para trabalhar o folclore com seus alunos, você pode usar diversas ideias, confira algumas delas:

  • Produzir textos sobre o folclore (Individual ou coletivamente);
  • Parlendas, Adivinhas etc;
  • Recorte e Cole;
  • Mitos;
  • Desenhos para colorir com personagens do nosso folclore;
  • Confecção de Lembrancinhas com os alunos;
  • Confecção de Murais e Painéis em sala de aula;
  • Roda de conversa;
  • Brincadeiras e Dinâmicas;
  • Teatro/Jogral;
  • E muito mais.

RECOMENDAMOS TAMBÉM: Apostila com 100 páginas sobre o FOLCLORE..

Atividades Folclore para Educação Infantil

Uma maravilhosa sugestão para trabalhar o folclore com crianças da educação infantil, com toda certeza, é o uso das Músicas populares folclóricas:

  • Boi da cara preta;

Boi, boi, boi
Boi da cara preta
Pega esse menino que tem medo de careta

Não, não, não
Não o coitadinho
Ele está chorando, porque ele é bonitinho!

  • Pombinha branca;

Pombinha branca o que esta fazendo
Lavando roupa pro casamento
Vou me lavar, vou me secar
Vou pra janela pra namorar

Passou um moço de terno branco,
Chapéu de lado meu namorado
Mandei entrar, mandei sentar
Cuspiu no chão, limpa aí seu porcalhão

  • Sapo Cururu;

Sapo Cururu
Na beira do rio
Quando o sapo canta, ô maninha
É porque tem frio

A mulher do sapo
Deve estar lá dentro
Fazendo rendinha, ô maninha
Para o casamento

Sapo Cururu
Na beira do rio
Quando o sapo canta, ô maninha
É porque tem frio

A mulher do sapo
Deve estar lá dentro
Fazendo rendinha, ô maninha
Para o casamento

Sapo Cururu
Na beira do rio
Quando o sapo canta, ô maninha
É porque tem frio

A mulher do sapo
Deve estar lá dentro
Fazendo rendinha, ô maninha
Para o casamento
Fazendo rendinha, ô maninha
Para o casamento

  • Cor morena.

Foi nessa dança do arrocha
Que aprendi a amar a você
Mexendo a cinturinha
Faz o homem enlouquecer

Então mexa o seu corpo
E vai descendo até o chão
Essa menina
Já conquistou meu coração
Se não aprendeu
Agora vou te ensinar

A dança do arrocha
Quem já aprendeu
Não vai querer parar
Se não aprendeu
Também vou te ensinar
A dança do arrocha
Quem já aprendeu
Não querer parar

Oh! Venha a morena
Oh! Venha a loirinha
Essa dança excitante
É cor morena no clima!


Desenhos Folclóricos para Colorir

Outra maravilhosa atividade do folclore para trabalhar está data comemorativa com os pequenos é proporcionar momentos para pintura com lápis de cor, giz de cera ou até mesmo tinta guache.

As crianças vão amar! Legal também fazer uma introdução ao personagem folclórico.

Desenhos para imprimir

Personagens Folclóricos

Dentre os personagens folclóricos existentes, destacam-se estes:

Boitatá:

A lenda do boitatá foi criada pelo padre José de Anchieta, onde descreveu o boitatá como uma gigantesca cobre de fogo ondulada, com olhos que parecem dois faróis, couro transparente, que cintila nas noites em que aparece deslizando nas campinas e na beira dos rios

Curupira:

O curupira solta assovios agudos para assustar e confundir caçadores e lenhadores, além de criar ilusões, até que os malfeitores se percam ou enlouqueçam, no meio da mata. Seus pés virados para trás servem para despistar os caçadores, que ao irem atrás das pegadas, vão na direção.

O curupira é um protetor das matas e dos animais silvestres. Representado por um anão de cabelos compridos e com os pés virados para trás. Persegue e mata todos que desrespeitam a natureza. Quando alguém desaparece nas matas, muitos habitantes do interior acreditam que é obra do curupira.

Saci Pererê:

O Saci Pererê é um dos personagens mais conhecidos do folclore brasileiro. Possui até um dia em sua homenagem: 31 de outubro. Provavelmente, surgiu entre indígenas da região Sul do Brasil

Iara:

Também conhecida como a mãe das águas, Iara é uma personagem do folclore brasileiro. De acordo com a lenda, de origem indígena, Iara é uma sereia(corpo de mulher da cintura pra cima e de peixe da cintura pra baixo)morena de cabelos negros e olhos castanhos.

Caipora:

Montando em porco selvagem, o caipora anda nu pela floresta e domina todos os animais. De acordo com a lenda, ele ataca os caçadores que não cumprem os acordos de caça feitos com ele. Assim como o curupira, de quem possui um parentesco, sua missão é proteger os animais da floresta.

Lobisomem:

O lobisomem é um dos mais conhecidos monstros fictícios do mundo. Suas origem se encontram na mitologia grega, porém sua história se desenvolveu na Europa. A lenda do lobisomem é muito conhecida no folclore brasileiro, sendo que algumas pessoas, especialmente aquelas mais velhas e que moram nas regiões rurais, de fato creem na existência do monstro.

Este mito aparece em várias regiões do mundo. Diz o mito que um homem foi atacado por um lobo numa noite de lua cheia e não morreu, porém desenvolveu a capacidade de transforma-se em lobo nas noites de lua cheia. Nestas noites, o lobisomem ataca todos aqueles que encontra pela frente. Somente um tiro de bala de prata em seu coração seria capaz de matá-lo.

Mula sem cabeça:

A mula sem cabeça é literalmente uma mula sem cabeça, que solta fogo pelo pescoço, local onde deveria estar sua cabeça . Possui em seus cascos, ferraduras que são de prata ou de aço e apresentam coloração marrom ou preta.

Vitória Régia:

Diz a lenda que a Lua era um deus que namorava as mais lindas jovens índias e sempre que se escondia, escolhida e levava algumas moças consigo. Em uma aldeia indígena, havia uma linda jovem, a guerreira Naiá, que sonhava com a Lua e mal podia esperar o dia em que o deus iria chamá-la.

Boto Cor De Rosa:

De acordo com a lenda, um boto cor-de-rosa sai dos rios nas noites de festas juninas, e consegue se transformar num lindo jovem vestido com roupa social branca. Com seu jeito galanteador e falante, o boto aproxima-se das jovens desacompanhadas, seduzindo-as.Logo após, consegue convencer as mulheres para um passeio no fundo do rio, local onde costuma engravidá-las. Na manhã seguinte volta a se transformar num boto.

Negrinho do Pastoreio:

O Negrinho do Pastoreio é uma lenda afro-cristã. Muito contada no fina do século XIX pelos brasileiros que defendiam o fim da escravidão. É muito popular na região Sul do Brasil. A lenda é muito bem descrita por Simões Lopes Neto, no livro Contos Gauchescos & Lendas do Sul. No Uruguai, a lenda também é conhecida como `El Negrito del pastoreo´´.


Brincadeiras Folclóricas

Outra sugestão bem legal para trabalhar o folclore com os pequenos é a utilização das brincadeiras e dinâmicas.

Este tipo de atividades sobre o folclore, pode ser trabalhada com crianças da educação infantil e ensino fundamental.

Sugestões de brincadeiras folclóricas:

  • Brincadeira de roda
  • Amarelinha
  • Pipa
  • Cabra cega
  • Bolinha de sabão
  • Cavalinho de pau / Boneca de pano
  • Pião
  • Pique esconde
  • Cabo de guerra
  • Queimada
  • Pula corda
  • Bambolê
  • Roda arquinho
  • Avião de papel
  • Carrinho de rolimã
  • Bolinhas de gude
  • Ioiô
  • Perna de pau / Pé de lata
  • Telefone de lata
  • Cama de gato
  • Carrinho de lata
  • Cinco Marias
  • Roncador
  • Pelada
  • Barquinho de papel

Resuminho de algumas delas:

Balança caixão

  • Brincadeira de esconder em que as crianças devem fazer uma fila e debruçar os braços nas costas de quem está na frente, de forma em que os olhos fiquem tampados. Um de cada vez deve dar um tapinha nas nádegas de quem está na frente, do último para o primeiro enquanto balançam e cantam: Balança caixão, balança você dá um tapa na bunda e vai se esconder

Amarelinha

  • Risca-se o chão com giz branco, tijolo, uma sequência de uma e duas quadras até que complete 10. A criança deve pular com um e dois pés até chegar ao céu. A criança pode também jogar uma pedrinha, e na quadra que ela parar fica proibido encostar os pés.

Bobinho

  • Deve ter no mínimo 3 crianças, uma para ser o bobinho e duas para serem os pegadores. Os pegadores devem jogar a bola um para o outro, enquanto o bobinho tenta pegá-la. Quando o bobinho conseguir pegar a bola, ele deve tomar o lugar do pegador que não conseguiu pegá-la.

Cabo de guerra

  • As crianças devem ser divididas em dois grupos. Cada grupo deve segurar de um lado de uma corda, na mesma distância da marca central. Ao sinal, cada grupo deverá puxar a corda para seu lado e tentar dominar a marca central. Vence o grupo mais forte.

Casinha

  • Jogo simbólico em que as crianças representam papéis de pais ou filhos e suas atividades, de acordo com as referências que cada um possui. Podem ou não utilizar brinquedos como bonecas, panelinhas e fantasias.

Cavalinho de pau

  • Brincadeira de cavalgar cavalinho de pau, feito com cabo de vassoura, bambu ou vara.

Chicotinho queimado

  • Uma criança esconde um objeto e as outras crianças tentam achá-lo. Quem escondeu o objeto deve dizer às crianças se elas estão “quente” (perto) ou “frio” (longe), e quando encontrá-lo deve gritar “queimou!”

Cobra-cega

  • A criança de olhos vendados deve tentar pegar outra criança. Quem for pego vira cobra-cega.

Recomendamos também outras atividades para impressão: Atividades Sobre o folclore para educação infantil.


Atividades Folclore para Ensino Fundamental

Seu pequeno é um pouco maior? Tudo bem! Muitas das atividades postadas acima funcionam para seu pequeno.. mas, selecionamos outras atividades aqui:

Produção de texto folclórico

Atividades Folclore - Produção de Texto
Atividades Folclore – Produção de Texto
Produção de texto folclórico: Escreva uma história

RECOMENDAMOS TAMBÉM: Apostila com 100 páginas sobre o FOLCLORE.

Atividade folclore ditado recortado para imprimir

Atividade folclore ditado recortado para imprimir

.Apostila de Atividades em WORD

Para facilitar um pouco mais para vocês, confira uma apostila em WORD coma atividades sobre o folclore:


Lembrancinhas sobre o Folclore

Outra atividade sobre o folclore que pode ser trabalhada com crianças da educação infantil e ensino fundamental, é a confecção de LEMBRANCINHAS sobre a data.

É uma atividade bem legal, que pode ser feito individual ou coletivamente. Confira algumas ideias:

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *